quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Eu

Capitulo 3 - Singular

Eu gosto de ficar pensando antes de dormir, sempre faço isso e sempre vou fazer,
antes de dormir é o unico momento que eu tenho sozinho e que eu posso pensar em algumas coisas,
fiquei pensando numa frase que me fez ficar refletindo um tempão "o que você mais gosta?"
tava na frente de uma padaria, as vezes quando me perguntam isso eu não penso em um objeto, alimento ou laser, eu penso logo em alguém, se me você ouve dizer "pense na pessoa que você ama"
vem alguém na sua cabeça na hora, mãe, irmã, amiga, namorada ou uma garota que você goste não adianta, sempre vem alguém na sua cabeça.
Eu fico pensando muito em mim, eu penso no que vou fazer amanhã e se amanhã vai ser um dia bom ou ruim, primeiro me vem o dia ruim na cabeça, ver a garota que eu gosto com o cara que eu odeio sem nem ao menos conhecer ele, é o nome dele, faz ele parecer o que ele realmente é, um escroto.
Eu fico pensando, ele é namorado dela, em que posição ela acha que eu estou? Eu sou um garoto normal, com a mesma idade que a dela, estudo na mesma sala que ela. Quem eu sou pra ela?
Eu acredito que eu saberia dizer pra cada aluno da sala de aula o que eles são na minha cabeça. Eu não quero ser pra ela o que a Camila é pra mim, a Camila é a garota que senta do outro lado, logo eu seria o garoto do canto esquerdo ao fundo?
Quero muito pensar nisso, mas queria poder pensar nisso de uma forma boa.
Quero ser alguma coisa pra ela.
fora isso, quem sou eu na cabeça dela?

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Elas

Capítulo II - plural

Já em casa, sozinho com aquele cheiro podre de cigarro por todo canto onde ando, começo a ver algo como fantasmas. Os fantasmas aparecem involuntáriamente, esses apareciam por que eu queria os ver, isso chama-se imaginação, é como amigos imáginarios da mansão foster.
Eu estava desanimado e sozinho e um deles disse:
-Eu vou estar aqui sempre que quiser, moro dentro de você então não ache que é uma casa de uma só pilastra, pra casa ser de uma só pilastra, ela tem que ser bem forte e bem construída, mas, mesmo assim a casa de uma só pilastra forte é mais frágil que todas as outras.
Foi quando eu respondi:
-E o que eu faço?

-Quando for construir uma casa, tenha certeza de fazer mais que uma pilastra, podem ter várias pilastras fracas, mas vai ser melhor do que uma forte

E nunca mais eu o vi da mesma forma, esse meu amigo era bem alto, pessoas altas não dizem esse tipo de coisa, dai passei a imaginar ele igual ao mestre dos magos do caverna do dragão, pode rir se quiser.
Isso é só uma das coisas mais bizarras e constrangedoras que passam na minha cabeça quando estou sozinho, a diferença nisso, é que eu não tenho medo de falar ela pra ninguém, dizem que quando você faz isso acaba passando por um idiota. Você tem medo de ser um idiota? Se sim então quer dizer que precisa de mais pilastras, elas vão fazer a sua casa mais forte.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Eu, Tu e Ela

Capítulo I : Singular

Olá, meu nome é Nicolas, Nicolas Benhossi o Dela é Amélia e ele não que eu me importe muito é Pedro.
No colégio em que eu estudo tem essas duas pessoas e então é assim ela é inteligente ele tbm e eu um desleixado, ela é bonita e ele tbm e eu novamente um desleixado, eles tem roupas de marca enquanto eu detesto marca e coisas assim foram sendo aceitas até no dia em que ela veio falar comigo e oi foi a primeira coisa que ela me disse em anos.
- oi, sabe onde fica a cantina?
minha cara foi a mas idiota do mundo ao responder a ela:
-não.
o nervoso que eu senti nesse momento era indescritivel e não notava que ela me olhava estranho!
mas tem sido assim a minha vida inteira até que ele chegou e a abraçou e minha cara era a de quem voltava a ouvir depois da surdez ou de alguém que acordava de um sono profundo.
Eu nunca entendi essa coisa de romance mas sabia que ele e ela tinham alguma coisa e eu era apenas... eu mesmo.